Muro de Berlim será reerguido 25 anos após sua Queda

UTILIZANDO 8 MIL BALÕES ILUMINADOS, ARTISTAS DIVIDIRÃO NOVAMENTE A CAPITAL ALEMÃ

NO DIA 7 DE NOVEMBRO, NOVAS GERAÇÕES PODERÃO SENTIR COMO BERLIM ERA AO ESTAR DIVIDIDA (FOTO: REPRODUÇÃO VIMEO)
NO DIA 7 DE NOVEMBRO, NOVAS GERAÇÕES PODERÃO SENTIR COMO BERLIM ERA AO ESTAR DIVIDIDA (FOTO: REPRODUÇÃO VIMEO)
O muro de Berlim foi construído, em 1961, durante a calada da noite. Erguido inicialmente com arame farpado, rapidamente ganhou concreto, minas terrestres e torres de vigia. A cidade ficou dividida geograficamente por quase 30 anos e o muro, que separou famílias ao tentar dividir ideologias, tornou-se um dos maiores símbolos da Guerra Fria.

Para marcar o aniversário da queda do muro, a cidade de Berlim será dividida novamente – mas, desta vez, não será com arames farpados ou blocos de concretos. Segundo a Fast Company, uma enorme linha formada por “balões de luz” contornará o caminho que, em 1961, deu espaço ao muro.
INSTALAÇÃO DE ARTISTAS RECONSTRUIRÁ MURO DE BERLIM (FOTO: REPRODUÇÃO VIMEO)

A ideia da instalação, chamada de Lichtgrenze (“Fronteira de Luz”) , veio do artista Christopher Bauder e do cineasta Marc Bauder. Com cerca de 16 quilômetros de extensão, será formada por 8 mil balões brilhantes, marcando o caminho original do muro pela cidade. Também será inaugurada durante a noite, na madrugada no dia 7 de novembro.

Por dois dias, a capital da Alemanha ficará de novo dividida entre Leste (Ocidental) e Oeste (Oriental). Em seis trechos estratégicos, exibirá imagens mostrando como foi a vida no local enquanto o muro estava erguido. Além disso, a cada 150 metros, os visitantes encontrarão anedotas, memórias de pessoas e histórias – um total de 100 – de pessoas que viveram separadas pelo muro ou foram afetadas por sua construção.

A instalação ficará erguida até o dia de 9 novembro – dia oficial da queda do muro -, quando milhares de voluntários colarão mensagens em cada balão e lançá-los ao céu. Os artistas também deixaram claro que  a instalação não gerará nenhum dano ambiental: os balões foram desenvolvidos por pesquisadores da Universidade de Hannover – e são feitos totalmente de material biodegradável.

Se por acaso você estiver em Berlim no dia 9 de novembro, pode se candidatar a lançar um deles.

Por: Robson Neves 

Fonte: Época Negócios

Anúncios

Willkommen deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s