Estudar na Áustria

Nesse texto procurei abordar o tema da educação em nível superior na Áustria e como fazer para estudar em nível superior no país.

Confira como é e já vá se preparando, caso a sua escolha seja estudar por aqui!

Como é para os austríacos

Para entrar na Universidade aqui, os austríacos precisam passar numa prova que seria equivalente ao nosso ENEM, que chama-se Matura. O interessante dessa prova é que nem todos que fazem necessariamente acabam entrando na Universidade (ou como eles falam aqui, Uni), mas ela é um comprovante de que a pessoa terminou o segundo grau com sucesso (muito importante para conseguir o primeiro emprego aqui, por exemplo).

Na Áustria existem escolas de segundo grau com curso técnico que são muito bem conceituadas, e com o técnico já é possível conseguir um bom emprego com salário muito justo. Uma pessoa que saia do técnico e comece a trabalhar direto, e uma que entre na faculdade, vão ganhar praticamente o mesmo salário quando a que esteve na Uni terminar seu curso, com a vantagem de que quem não fez Uni já pôde economizar muito mais até aqui. Vendo as coisas por esse ponto de vista, muitos preferem trabalhar logo que se formam no segundo grau.

Outra vantagem que existe por aqui é a Bildungskarenz (licença para educação). Pessoas que trabalharem 4 anos consecutivos com carteira assinada têm direito a uma ajuda financeira para estudar (tanto na Uni quanto outros cursos de especialização). Por isso, é comum começar a Universidade com mais idade, ao invés de direto do segundo grau.

Como é para os estrangeiros

Os cursos aqui são praticamente todos em alemão para a graduação (bacharelado), mas existem alguns cursos em inglês para o mestrado. Já o doutorado depende muito da área, e pode ser em alemão ou inglês. Mesmo sendo em alemão, o inglês é obrigatório; já o contrário, não necessariamente. Eu moro no Tirol, e aqui os dialetos da língua alemã são algo bem marcante. Apesar da Uni ser um território bem internacional, existem muitos professores que lecionam em dialeto.

Pra quem tem a intenção de estudar por aqui mas ainda não fala alemão, a Uni aqui de Innsbruck oferece curso de alemão, além de outras escolas de línguas que também o fazem. Minha dica é sempre ficar atento se não vale mais a pena ir para algum lugar que realmente fale alemão. O Tirol é lindo e tudo mais, mas entender o dialeto deles aqui é algo que leva tempo (e paciência). Já Viena tem um dialeto mais ameno, por exemplo.

Quanto a visto e outras burocracias, o site da Embaixada da Áustria explica tudo isso direitinho. Para acessar o link da página da Embaixada, clique aqui.

Copyright: Universität Innsbruck

Como é na Uni

Existe uma grande diferença da Uni por aqui quando comparada com as do Brasil. Para a maioria das matérias, não é necessário assistir às aulas novamente quando não passar na prova (ou seja, não existe “dependência”). Os estudantes podem fazer as provas até 5 vezes até passar, e também não precisam fazer a prova no mesmo semestre que fizerem a matéria. Portanto, não basta ir às aulas e fazer as provas para passar de ano, é necessário estudo e dedicação para conseguir passar.

Acontece muito de os estudantes chegarem no final do curso e ainda terem provas de matérias do primeiro semestre pendentes. Nesse aspecto, não vejo muita vantagem nesse sistema, já que depois de tanto tempo tendo visto a matéria, estudar pra prova vai ser muito mais trabalhoso. Mas a vantagem é que as pessoas só fazem a prova se estão realmente preparadas, o que também é vantajoso para os professores, pois não precisam corrigir provas de alunos perdidos no assunto.

Outras dicas

Existem diversos sites que explicam muito bem como fazer para entrar na Uni ou fazer cursos de alemão aqui na Áustria, por isso a intenção desse texto foi de mostrar algumas particularidades de como é estudar na Áustria.

Uma dica importante é verificar se seu diploma do Brasil pode ser reconhecido aqui, no caso de querer começar um mestrado ou doutorado. Isso depende muito do curso, da área de ensino e da Uni. Esse processo pode demorar até 3 meses uma vez que a Uni tenha recebido os documentos, então a segunda dica é: paciência. Não é só no Brasil que as coisas demoram, e burocracia existe em todo lugar.

Para mais informações, deixo aqui um link para um documento muito bom nesse assunto, da Agência Austríaca de Cooperação Internacional em Educação e Pesquisa: clique aqui.

Fonte: Brasileiras pelo Mundo Fotos: Universität Innsbruck e Wikipedia

Anúncios

Willkommen deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s